Dólar apresenta forte recuo de 1,13% e fecha na menor cotação em um mês

7 jun

Dólar apresenta forte recuo de 1,13% e fecha na menor cotação em um mês

O indicador, que mede o volume de pedidos à indústria apontou perda de 1,2%, enquanto analistas previam apenas recuo de 1,0%
O dólar comercial teve queda de 1,13% nessa quinta-feira (2), terminando cotado a R$ 1,578 na venda, apagando, assim, a forte alta do dia anterior e alcançando a cotação mínima desde 2 de maio (R$ 1,576).
Essa movimentação da moeda refletiu a agendaeconômica norte-americana, o corte no rating da dívida da Grécia, realizada pela Moody’s na véspera, que também advertiu a possibilidade de reduzir o rating dos Estados Unidos, além da própria tendência da moeda frente às principais divisas mundiais e as intervenções do Banco Central, que continua a realizar leilões.
A autoridade monetária realizou dois leilões no mercado à vista para a compra de dólares, com a primeira tendo se iniciado às 12h11 (horário de Brasília) e terminado às 12h16, com taxa de corte aceita em R$ 1,5820. Já a segunda operação ocorreu das 15h52 às 15h57 e teve taxa aceita em R$ 1,5796.
Agenda econômica norte-americana

Na agenda econômica da principal economia mundial, os EUA, destaque para o Initial Claims, que mede o número de novos pedidos de auxílio desemprego, ao apresentar 422 mil novos pedidos, desempenho pior que do que os 413 mil esperados por analistas. Por sua vez, o Factory Orders recuou mais do que o esperado em abril. O indicador, que mede o volume de pedidos à indústria apontou perda de 1,2%, enquanto analistas previam apenas recuo de 1,0%
Por fim, a prévia da produtividade do trabalhador norte-americano no primeiro trimestre, avançou 1,8%, acima das estimativas de analistas, que esperavam alta de 1,6%.
Ratings
Na véspera a agência de classificação de risco Moody’s cortou o rating da dívida da Grécia de B1 para Caa1, com manutenção de perspectiva negativa para a nota. A agência enxerga um risco de 50% de um default grego, e não vê o país voltando ao mercado de crédito em 2012.
A agência também causou temores no mercado ao anunciar que estava revisando sua perspectiva do rating da dívida dos EUA, nessa quinta-feira, já que enxerga a possibilidade de um curto default norte-americano, caso não haja nenhuma mudança no limite da dívida daquele país.
Com essas notícias, a moeda norte-americana apresentou fraco desempenho em relação aos seus principais pares globais, com quedas diante euro, libra esterlina, iene, dólar australiano e canadense. A exceção ficou por conta dos francos suíços, contra quem o dólar apresentou leve alta.
O dólar pronto, que é a referência para a moeda norte-americana na BM&F Bovespa, registrava R$ 1,5802000.
FRA de cupom cambial
Por fim, o FRA de cupom cambial, Forward Rate Agreement, referência para o juro em dólar no Brasil, fechou a 4,42 para agosto de 2011, 0,05 ponto percentual acima ao que foi registrado na sessão anterior.
Fonte: Infomoney

ByConquiste Contabilidade

Atuando na Área de Prestação de Serviços Contábeis, há mais de 20 anos a Conquiste Contabilidade – Assessoria Fiscal e Contábil, conta com uma equipe de profissionais altamente qualificados e sistemas de informatização que, garantem segurança, agilidade e eficácia na administração das obrigações fiscais e na assessoria contábil a seus clientes.